quinta-feira, 26 de dezembro de 2013


Benefícios da Libertação Espiritual


A compreensão espiritual é muito útil para lidar com os nossos problemas, especialmente, o Buddha-Dharma, que nos ajuda a mudar a nossa atitude mental, para realizar o significado profundo da vida. Quando temos uma mente mais aberta, temos menos sofrimento e, quando aceitamos as situações da existência, temos menos problemas e conflitos. Além de que, quando nos sentimos felizes, apreciamos melhor a vida. Assim, estas são as três bases principais do Buddha-Dharma, que tornam a nossa vida mais fácil. Como consequência, ter-se-á um espírito aberto e propenso a aceitar as coisas e, ao mesmo tempo, seremos mais felizes. A prática espiritual pode ser uma solução, também, para os distúrbios mentais e para os problemas psocológicos.
A prática espiritual é o instrumento que nos liberta de todo o sofrimento.

« A Arte do Karma- Dra Nida Chenagtsang»
EFEITOS COLATERAIS DO SAMSARA


A vida mundana

Qual é a qualidade da nossa vida hoje em dia? Muitas pessoas sofrem pela pobreza e pela fome, outras pessoas são mentalmente infelizes, sofrem de distúrbios tais como depressão, ansiedade, medo e pânico.

O litígio entre as pessoas, os conflitos entre amigos ou entre os membros de uma família, entre aldeias, entre nações, os problemas sociais e religiosos, os coflitos políticos; parece que existe muito mais sofrimento e conflito do que felicidade e harmonia no mundo.

Samsara significa roda da vida, isto é, a nossa vida mundana, o conflito e a dor nunca mais acabam, porque não estamos conscientes da causa do sofrimento e da dor.

Em tibetano, samsara traduz-se com JIG rTEN KHOR BA, que significa rota da impermanência, A existência dos efeitos colaterais depende dos problemas, conflitos e aflições que existem na vida. Sem uma atitude espiritual positiva podemos resolver apenas algumas das dificuldades quotidianas. Existem dois pontos importantes a considerar a este propósito, o primeiro é compreender qie a atitude mental tem efeitos imediatos sobre a vida. 
O segundo ponto, é assimilar o conceito budista do karma e do ciclo das reencarnações.
 Enquanto não formos completamente iluminados, não podemos ser livres e continuarmos a reencarnar, experimentando formas de samsara diversas, mas, semelhantes sob o aspecto dos efeitos colaterais. O caminho espiritual permite intervir, directamente, sobre estes dois aspectos e , além de obter a completa iluminação, permite que nos tornemos uma preciosa ajuda para todos os seres.

Como meditar: dedicar de cinco a dez minutos para reflectir sobre estes pontos todos os dias, em qualquer momento, enquanto caminha, estando sentado ou deitado na cama.


segunda-feira, 16 de dezembro de 2013


Liberto-me de Todas as Minhas 
Velhas Mágoas e Perdoo a Mim Própria


Quando nos agarramos ao passado com azedume e raiva e não nos permitimos experimentar o momento presente, estamos a desperdiçar o dia de hoje. Se nos fixarmos por muito tempo no azedume e no rancor, isso tem a ver com o facto de nos perdoar-mos a nós próprios e não a outra pessoa. Se nos prendemos ás velhas mágoas, estamos a punir-nos a nós próprios aqui e agora. 

Frequentemente estamos enfiados numa prisão de ressentimento hipócrita. 
Você prefere ter razão ou ser feliz? 

 Perdoe-se a si próprio e pare de se punir.



 « NUNCA NOS SENTIMOS COMPENSADOS. A VINGANÇA NÃO FUNCIONA, PORQUE AQUILO QUE DAMOS VOLTA SEMPRE PARA NÓS. A HISTÓRIA TEM DE PARAR NUM PONTO QUALQUER.»

Louise L. Hay





Pensamento do Dia

Vós podereis aceitar uma provação , podeis compreendê-la, admitir que ela é enevitável, mas ao mesmo tempo sentir amargura, tristeza, pesar: pensais que teria sido muito melhor não terdes de passar por ela! Ficai a saber que, nestas condições, essa provação ainda não terminou.

Quando é que se pode dizer que, nestas condições, essa provação ainda não terminou? Quando nós somos capazes de nos regogizar com ela. Sim, regozijar-nos com ela! É possível que, aparentemente, ela não nos tenha trazido nada e que até nos tenha feito perder muitas coisas, mesmo seres que nos são queridos. Contudo, após essa provação, chega um dia em que sentimos que a nossa luz, o nosso amor e a nossa força aumentaram, que somos habitados por uma paz e uma alegria que antes não conhecíamos. Neste momento, e só nesse momento, podemos dizer que a provação terminou.

«Mestre Omraam Mikhaël Aïvanhov 
 Pensamentos Quotidianos - Publicações Maitreya»


quinta-feira, 12 de dezembro de 2013


Entrego Os Meus Problemas e Durmo em Paz
 


O sono é o momento em que recuparamos e nos distanciamos do dia. O nosso corpo recompôe-se, renova-se e refresca-se. A nossa mente passa para o estado do sonho onde os problemas do dia são resolvidos. Preparamo-nos para o dia seguinte. Conforme vamos entrando no sono, precisamos de transportar pensamentos positivos connosco - pensamentos que criarão um novo dia fantástico, um novo futuro maravilhoso. Por isso, se sentir alguma raiva ou culpa em si, liberte-a. Se houver culpa ou qualquer necessidade de punição escondida nos recantos da sua mente, liberte-se delas. Sinta somente a paz na sua mente e no seu corpo á medida que vai deslizando para o sono.











«Funcionamos com apenas dez por cento do nosso cérebro. Para que servem os restantes noventa por cento? Pense nisso. Quanto mais podemos saber?


Louise L. Hay

 



Estou Numa Viagem Sem Fim Através da Eternidade


 Na Infinidade da Vida tudo é perfeito, uno e completo. O ciclo da Vida é também perfeito, uno e completo. Existe um tempo de começo, um tempo de crescimento, um tempo de ser, um tempo de definhar ou de desgaste e um tempo de partida. Todos eles constituem a perfeição da Vida.
 Consideramos isso normal e natural e , apesar de por vezes nos sentirmos triste aceitamos o ciclo e os seus ritmos. Por vezes verifica-se subitamente, no meio do ciclo, um final abrupto. Sentimo-nos arrasados e ameaçados. Alguém que morre demasiado jovem, ou qualquer coisa que foi derrubada e que se partiu. Pensamentos dolorosos recordam-nos frequentemente que também nós somos mortais - o nosso ciclo também tem um fim. Será que vamos viver a sua plenitude ou será que vamos ter igualmente um fim precoce? A vida está sempre a mudar. Não há princípio nem fim, apenas uma constante passagem e reciclagem da substância e da experiência. A vida nunca fica presa, estática ou desinteressante, pois cada momento é sempre novo e fresco. Cada final é sempre novo ponto de começo.

« Hoje é um dia muito excitante na sua vida. Você está numa aventura fantástica e nunca mais vais voltar a este processo em particular»

Louise L. Hay 
 

 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013



Eu Tenho Sempre Uma Escolha


 A maioria de Nós tem umas ideias acerca de quem somos e tem igualmente imensas regras rígidas sobre o modo como temos de viver a vida.  Vamos retirar para sempre do nosso vocabulário a expressão « ter de».
«Ter de » é uma expressão que nos torna prisioneiros de nós próprios. Cada vez que a utilizamos estamos a punir-nos, ou estamos a punir uma outra pessoa. 
Na verdade estamos a dizer « não sou suficientemente bom». O que é que podemos eliminar da nossa lista dos «ter de »? Substitua a expressão «tenho de » pela palavra «podia». 
«Podia» transmite a noção de que tudo o que fazemos na vida é feito por opção. Não temos realmente de fazer nada. Podemos sempre escolher.  

«Louise L.Hay »



segunda-feira, 25 de novembro de 2013

 

Meditação



  Infelizmente hoje em dia, desenvolvem-se médotodos de Meditação para relaxar, mas o verdadeiro objectivo da Meditação, na realidade é chegar ao estado de bem - aventurança que é o Samãdhi e , como consequência, o Conhecimento do Divino. ( Samãdhi é um dos estados a atingir, contudo, outros se seguem no caminho da iluminação).
A Meditação não se faz para relaxar, mas quem Medita relaxa....
Elaboram-se conceitos errados no Ocidente acerca da Meditação. Criam-se expectativas que acabam em frustrações e, assim, facilmente se desiste. É um conceito falso de que a Meditação é para relaxar; a Meditação é um acto religioso de ligação ao Divino. E só este propósito pode levar ao sucesso da prática e, consequentemente, a harmonia.

  A nobreza da Meditação está neste objectivo! 


 É pela Meditação que se desenvolve  especialmente a clareza do pensamento, aumentando as capacidades da inteligência , bem como auxilia a desbloquear os obstáculos mentais que , continuamente, sobrecarregamos com emoções exageradas e atitudes negativas de viver, tal o medo, a raiva, o ódio, etc....

« Uma das razões porque se requer a Meditação é a de permitir  às células cerebrais, ocuparem-se menos com o corpo e os seus mecanismos. A Meditação apazigua, ordena e conduz as células para os outros campos ou esferas do cérebro que nunca têm oportunidade de se manifestar , visto o ser humano estar sempre em acção e obrigar o cérebro a trabalhar constantemente no seu nível primário dos movimentos corporais».( Livro Tratado de Meditação).


O maior contributo para um cérebro saudável ( órgão físico suporte da mente) e consequentemente, uma mente equilibrada e cristalina é a prática da Meditação, que causa impulsos eléctricos nos circuitos neuronais, permitndo produzir as substâncias necessárias para a reorganização das células de forma natural, na produção de melatonina, assunto tratado no livro, O Silênçio.

Embora , razão e emoção sejam essenciais na vida humana, a mente, só fica pura e tranquila quando se liberta das tensões emocionais. A natureza emocional manifesta-se de uma forma espontânia sobrepondo-se à razão. Porém, a razão cultiva-se conforme a mente se purifica pela plena atenção ou disciplina.  As emoções sublimam-se pelo auto-domínio. O domínio de si, cria auto-consciência e, assim, se obtém a capacidade para reconhecer e identificar as próprias emoções evitando os obstáculos, onde se desenvolve melhor compreensão das causas dos sentimentos, bem como a diferença entre sentimentos e emoções . As emoções, se não forem sublimadas dando lugar a sentimentos elevados , acabam por ser um entrave à expansão de Consciência e à Harmonia, já que elas se instalam na mente e no coração , bloqueando.

Também pela Meditação se desenvolve melhor tolerância às frustações, melhor compreensão para os outros, menos impulsividade e menos solidão.

«Maria, Refleções Espirituais- Publicações Maitreya»


sexta-feira, 15 de novembro de 2013



                TOLERÂNCIA
 
Sem tolerância ninguém pode amar. Tolera os teus semelhantes, para que também eles tolerem os teus erros. Quem é perfeito? Cada um tem a sua maneira de ser, de pensar. Há erros que nos parecem virtudes e vice-versa.
     Mas repara, tolerar não é equiparares-te aos outros, nem aceitares o que eles são. Tolerância é uma pequena virtude. Se estudaste cada um dos teus semelhantes, se os compreendeste, deves tolerar-lhes as faltas, sem deixares, num rasgo de amor fraternal, de lhas fazer ver. Analiza com crítica construtiva e aceita os defeitos dos teus irmãos com paciência e compaixão. Ajuda a eliminá-los, se puderes. Procura para isso insinuar-te e com toda a calma e algum jeito, isto é com inteligência, desviá-los do mau caminho. Isto é amor.
   Sabes como se desvia um jovem dos vícios? Atraindo-o com alguma coisa que lhe agrade, prendendo-lhe a atenção, evitando a fuga para o mau caminho. O conselho nem sempre adianta. O exemplo é o melhor.
  O maior exemplo de tolerância foi-nos dado por esse Grande Mestre, Jesus. Ele perdoou aos que o traíram e à pecadora, mas pediu-lhe que não voltasse a pecar. "Quem não tiver pecado atire-lhe a primeira pedra!" Ninguém teve coragem para o fazer. Todos se acharam culpados. Com efeito assim é.
   Amando a liberdade, ensinou a não criticar os actos dos semelhantes. Para demonstrar tolerância contactou com saduceus, judeus, samaritanos, doutores e pescadores. Se todos pensássemos e compreendêssemos melhor os ensinamentos do Mestre seríamos mais tolerantes e compreensivos. Então o Mundo seria um paraíso.
     Ouvir os nossos inimigos é ter oportunidade de reconhecer nossos erros e podermos eliminá-los. Eles podem ser meros instrumentos para a nossa perfeição.
     Todos somos imperfeitos e por isso necessitamos da tolerância de Deus. E nem sempre sabemos tolerar o próximo. Exercitando a tolerância em nosso lar, profissão ou sociedade, será mais fácil identificar-nos com tamanha virtude.
     Tolerando e calando as injúrias do próximo, estamos a auxiliá-lo a reflectir na necessidade de se renovar espiritualmente.

                                                                                                      Maria da Conceição Nobre


quarta-feira, 30 de outubro de 2013


             
 

 Sou perfeita, alegre e forte
 Tenho amor e muita sorte
 Sou feliz e inteligente
 Vivo positivamente

 Tenho paz tenho sucesso
 Tenho tudo o que eu peço
 Acredito firmemente
 No poder da minha mente
 Porque é Deus no subconsciênte

Padre
Lauro Trevisan

quarta-feira, 23 de outubro de 2013


              Quanto mais nos        focamos             
no que não queremos,
mais o conseguimos

SOU UMA PESSOA POSITIVA

Sei que sou una com toda a Vida. Sinto-me rodeada e impregnada pela Sabedoria Infinita. Por isso tenho confiança absoluta no facto de o Universo me sustentar sempre de um modo tão positivo. A Vida criou-me e ofereceu-me este planeta para eu poder satisfazer todas as minhas necessidades. Tudo o que eu possa precisar esteve sempre aqui à minha disposição. Há mais comida para mim neste planeta do que toda a comida que eu alguma vez conseguiria comer. O dinheiro que existe é muito mais que todo o dinheiro que eu alguma vez conseguiria gastar. Vivem mais pessoas no mundo do que todas as pessoas que eu alguma vez poderia conhecer. O amor que existe é tão infinitamente mais do que todo o que eu possivelmente poderei experimentar. Existe mais alegria do que eu alguma vez possa imaginar.
Este mundo tem tudo o que eu preciso e desejo. Está tudo aí para eu usar e desfrutar. A Mente Infinita, a Inteligência Infinita responde-me sempre que «sim». Eu não perco tempo com pensamentos negativos ou com assuntos negativos. Eu faço as minhas opções com cuidado. Escolho olhar para mim e para a Vida da maneira mais positiva. Por isso, digo «sim» à oportunidade e à prosperidade. Digo «sim» a tudo o que é bom. Sou uma pessoa positiva que vive num mundo positivo, a quem o mundo responde afirmativamente. Alegra-me que assim seja. Sinto-me grata e feliz por ser una com a Sabedoria Universal e poder contar com o apoio do Poder Absoluto. Agradeço-Te, meu Deus, por tudo o que tenho para desfrutar aqui e agora.

                                                                               pensamentos do coração de  Louise L. Hay


segunda-feira, 21 de outubro de 2013



                                


 Peça ajuda.
Diga à vida o que quer
e permita que isso aconteça.


TUDO O QUE EU PRECISO VEM TER
 COMIGO NUMA SEQUÊNCIA PERFEITA
NO TEMPO E NO ESPAÇO

Fazer afirmações, escrever listas de desejos, criar mapas do tesouro, fazer visualizações ou escrever um diário, pode ser comparado a uma ida a um restautante. O empregado de mesa aceita o nosso pedido e depois dirije-se à cozinha para o transmitir ao chefe. Nós ficamos ali sentados e partimos do princípio que o processo está em andamento. Não perguntamos ao criado de dois em dois segundos: « Já está pronto? Como é que estão a fazer tudo? O que é que eles andam a fazer?» Nós passamos o nosso pedido e sabemos que a comida nos vai ser servida. Isto é igual ao que eu designo como cozinha cósmica. Nós colocamos o nosso pedido na cozinha cósmica do Universo e sabemos que alguém vai tratar de nós. Vamos ser atendidos numa sequência perfeita no tempo e no espaço.

                                                                                                                         Louise L.Hay

domingo, 13 de outubro de 2013

Equilíbrio



  Que seria dos Mundos vários se não fosse o equilíbrio?
Cairiam. O equilíbrio é o ajuste de todas as coisas, a força que mantém essas coisas no lugar. O homem equilibrado ajusta a vida material à espiritual. Este equilíbrio só é possível pelo Conhecimento já adquirido e pelo esforço de o pôr em prática. Todos os sentimentos devem ser equilibrados para serem úteis.O sentimento de amor apenas é capaz quando há desinteresse pelo grosseiro materialismo e a alma atravessa a barreira do diferente, do escolhido, do sentimento nobre.
A ilusão das grandezas terrenas, do ouro, do poder e fama, conduzem para o abismo, desiquilibram o homem. Mas quando ele alia a força material à espiritual, há o equilíbrio, a paz real. Nada pode impedir a caminhada.
Procura a riqueza na prática das virtudes e da caridade, começando por ti mesmo, pela meditação e compreensão, cuidando do corpo e da alma ao mesmo tempo. Estas virtudes ninguém as pode cobiçar, são tuas, só tuas. Dar-te-ão a fama depois. Mas pratica-as como quem cumpre um dever e nunca pelo interesse da recompensa futura.
Tenta também equilibrar a saúde do corpo com a vida material. Não trabalhes desnecessáriamente, porque isso é egoismo. Se adoeceres a culpa é só tua. Olha a natureza. Como tudo está equilibrado nela. Períodos de chuva e calor, dia e noite sementeiras ajustadas ás estações, tudo enfim.
Deus é equilíbrio perfeito.
                                                                         
                                                                                                      Maria da Conceição Nobre


Equilibrar os Chakras

sexta-feira, 11 de outubro de 2013



            Assim como pensares...




 " Assim como pensares, assim serás. Dirige o foco de tua consciência às Verdades do espírito e elas virão até ti. Vives neste mundo, mas já não pertençes a ele. O Amor é a força que te impele para cima. A Fé é o cajado que te ampara na caminhada... Entrega-te a teus impulsos internos e segue a bússula de teu coração. Firma teus olhos na luz de tua Alma que como farol te indica a direcção a seguir. Trabalha árdua e intensamente pelos teus irmãos, irradiando a luz de teu coração constantemente para que outras almas se abasteçam e consigam despertar em consciência. Assim, o foco de Luz em ti irá aumentar gradualmente atè que a intensidade chegue ao ponto de envolver todas as consciências. Este é um trabalho dinâmico e silêncioso."

                                                                                                         Mestre El Morya - 20.07.90

Chama Violeta

 

Gostaria de falar da importância que tem para ti, e para todos, o uso correcto da Chama Violeta.
Deves praticar o uso da Chama Violeta em teu ser com constância, para que os resultados se acelerem. Trata-se de uma alquimia que realizas conscientemente em teus corpos (físico, etérico, mental e emocional-astral). A Chama Violeta possui uma altíssima vibração que actua em níveis
sub-atómicos, nos elétrons de teu ser, aumentando a vibração e agindo como tónico purificador. A grosso modo, seria como lavar teu corpo físico com um bom sabão, esfregando-o até que não haja resquício algum de impurezas. Teus corpos trazem de outras vidas cargas energéticas que, somadas à carga que adquiriste nesta actual vida por pensamentos incorrectos de medo, insegurança, dor etc.., formam 'cascas' de densa matéria sutil que precisam ser consumidas e transmutadas, para que somente a pura Luz de tua Essência permaneça iluminando teus corpos. Trata-se de um trabalho contínuo de purificação que exige disciplina, persistência e ritmo. De preferência, faze uso da Chama Violeta três vezes ao dia. Cada vez que colocas em acção a Chama Violeta, és assistida com as energias Angélicas deste raio (7º Raio), bem como pela Minha Energia.
Com Amor devolvo-te na Luz Violeta do Meu coração.

                                                                                                     Saint Germain - 27.05.91

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

                       PACIÊNCIA  
                                                                                
Sem dares por isso, venho-te falando há algum tempo da paciência dizendo-te que ela é amor. Com efeito, é assim. Suporta as contrariedades. Nunca te exaltes ou aborreças, pois nada te adiantaria essa atitude. 
A paciência é grande virtude. Feliz do que a sabe usar. Como podes amar teus semelhantes se não usares a paciência para com eles? Quem sofre pacientemente suas dores e suporta as alheias, está no caminho do bem. Só a paciência pode resolver os mais difíceis problemas. Sabes porquê? Porque enquanto esperas, as coisas vão-se modificando, vais conquistando tempo e oportunidade. O Mestre foi manso e humilde. Segui-lhe o exemplo.
Paciência é caridade. Com ela suporta-se melhor a vida. Sem ela tudo é mais difícil. O contrário da paciência é a colera. Esta, tu já sabes, pode tirar a vida, apressa o envelhecimento. O homem encolerizado assemelha-se a um irracional. Cólera é demência, mesmo passageira. Regra geral, é motivada pelo orgulho. Que ridículo é o homem ecolerizado e como é agradável encontrar o paciente! O primeiro, faz perder o respeito; o segundo atraí-o.
Se tens o defeito da impaciência, corrige-te quanto antes para que a paz verdadeira entre dentro de ti. Não basta aconselhar a paciência aos outros, é preciso dar o exemplo.
Ama pacientemente, corajosamente, com sinceridade. Ama pensando que estás orando, elevando tua mente ao Senhor. Nunca te exaltes, porque matas o verdadeiro amor! A paciência é virtude que se conquista através de inúmeras existências, com muito trabalho. Os desajustes emocionais provocados pela irritação e impaciência cultivam constantemente a queixa, a lamentação e a doença.
A impaçiência, insegurança, conflito interno, frustação, cólera, apreensão, etc., são estados negativos da alma com reflexos no físico.     
                                                                                                                                                                                  Maria da Conceição Nobre


    

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Snatam Kaur Mataji " Despertando Kundalini "

                                                                         
                                                                        
SORRI À VIDA
                                                                                                                    
 
Sorri à vida 
Não vês que ela por ti passa?
Sorri à vida 
E dá-lhe um ar da tua graça!

 (refrão) 
Trago para ti uma mensagem d'esperança
Pára e vê o doce olhar dessa criança.
Não temas se tropeças e voltas a cair.
Viver é mesmo assim 
Logo a chorar, agora a rir.
Sorri à vida
(refrão)

Mas se a chuva cai e te deixa deprimido
Pensa que sem ela nada mais terá sentido. 
Se ela não caísse não haveria limpeza.
Pensa mais um pouco
E preserva a natureza

Sorri à vida

(refrão)

Pára de andar triste, começa a ficar contente.
O que agora é mau, logo mais é diferente. 
Pára e vê como aquela flor nasceu.
Foi para te agradar 
Que ela viveu.

Sorri à vida
 
(refrão)

                                                                                                                          M. Elisa Flora

sábado, 21 de setembro de 2013

Inteligência


                                                       

  O homem é um animal inteligente. Porém costuma fazer mau uso dessa inteligência. Daí a sua infelicidade. Nenhum ser estúpido é capaz de amar. Amor é inteligência, perspicácia e ousadia de sentimentos. Por vezes diz-se que a inteligência mal aproveitada ou levianamente explorada leva á loucura. Toda a inteligência é produto do raciocínio e vice-versa. È a invidualidade interna de cada um, uma espécie de aguçamento intelectual-mental. Só pela inteligência tu poderás revelar-te e realizar-te. 
     Hoje fala-se muito em paranormais, excepcionais etc. Só os inteligentes são paranormais. Fogem à craveira normal, vulgar. Por isso a muitos custa compreendê-los. Sua imaginação é fértil em pormenores que nos passam despercebidos. Isto acontece com os inventores, por exemplo. Eles vêem mais longe e desejam ir mais além. Alguns pretendem reformar o Mundo e poderiam fazé-lo se o resto da humanidade não fosse tão estúpida a ponto de os desacreditar e maltratar. Eles possuem um saber interno, escondido e conhecem novas técnicas progressivas. Fazem experiências e encontram maravilhas. É por eles, pelos inteligentes, que chegaram até nós as mais famosas doutrinas, ciências e artes. Os filósofos foram homens inteligentes.
     Sim, o amor é inteligente. Se um homem não é capaz de amar é porque não tem inteligência. Tu nunca ouviste dizer que o amor faz milagres? Pois faz. Os milagres do amor são rasgos  de  inteligência aliados à humildade e bondade. Deus é a inteligência suprema. Por isso ninguém nos pode amar como Ele.
     Põe a tua inteligência em acção. Faz qualquer coisa de grande, de construtivo, de bom. Para que a queres? Raciocina, age ponderadamente e com calma. Ajuda com a tua inteligência a resolver tantos problemas sociais que necessitam de orientação.
    Porém, fá-lo com humildade. Nunca apregoes a tua inteligência nem a uses para rebaixar os outros. Ama com inteligência.

                                                                                                                    Maria da Conceição Nobre
      

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

                                                             Corpo Causal  
           
                                                              
(continuação)

O corpo da primeira Causa formado por Esferas concêntricas correspondentes a qualidades divinas (Amor/Sabedoria, Inteligência/Activa, e Vontade/Poder) funciona electrónicamente, com a aparência de filamentos dourados envolvendo todos os outros. Não tem qualquer relação com a materialidade. É a Mansão do espírito na terra, depósito de « tesouros do céu que nunca acabam » (Lucas 12:33).
A consciência, « posto avançado » da Mente de Deus neste Corpo, manifesta-se como uma incandescência, tanto no 6.º chacra (terceiro olho) como no 4.º e no 2.º chacra, onde se originam conceitos muito elevados. Fonte do poder criativo dos corpos inferiores corresponde à potêncialidade da luz, activada e desenvolvida em todas as vidas passadas. É assistido por grandes Seres que em planos elevados acompanham, orientam e apoiam os homens que na Terra aprendem a establecer, de algum modo, relação com Eles.
Os corpos superiores vibram em velocidades superiores à da luz, e existem além do Mundo fisico, embora nele actuem, durante a experiência de vida na Terra.

   « Quando o aluno está pronto o Mestre aparece », aforismo esotérico

O Mestre, o Eu real, imana a poderosa energia que hoje atrai a consciência de alguns egos, para níveis mais elevados, onde o tempo se transforma em Eternidade e oespaço em infinitas Dimensões. Daí a imperiosa necessidade de conhecermos e estudarmos a complexidade desta extraordinária estrutura energética dentro da qual nos movemos, que deve ser orientada, a partir de núcleos internos, de nível subatómico, que se expressam por meio de chacras superiores. O estado ansioso em que hoje se vive, em larga escala, em todos os níveis, deriva do desequilíbrio da tão complexa estrutura humana, em pirâmide, desde os níveis mais densos até aqueles, sublimes, que lhe permitem contactar com o divino.
(Fim)
                                        Do livro “Reiki e Universo” de Maria Carmelo
                                                                                            Edições Maitreya

 

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Tempo de mudança

   

Conta-se que a águia chega a viver setenta anos, porém, para chegar a essa idade, precisa de tomar uma séria e difícil decisão.
Aos quarenta anos, as suas unhas estão muito compridas e flexíveis e já não conseguem agarrar as presas que lhe servem de alimento. O bico, alongado e ponteagudo, curva-se, apontando para o peito. Voar torna-se muito difícil porque as asas estão envelhecidas e pesadas por causa da grossura das penas.
Nesta situação a águia só tem duas alternativas: deixar-se morrer, ou enfrentar um dolorido processo de renovação que irá durar 150 dias.
Este processo consiste em voar para o alto de uma montanha e lá se recolher num ninho que esteja próximo de uma escarpa. Um lugar de onde, para regressar, ela necessite fazer um vôo firme e pleno.
Ao encontrar esse lugar, a águia começa a bater o bico contra a escarpa até o conseguir arrancar, enfrentando corajosamente a dor que essa atitude acarreta.
Durante algumas semanas nestas condições, ela espera pelo nascimento de um novo bico.
Depois disso, com o bico novo ela vai arrancando as suas velhas unhas, uma por uma.
E quando lhe nascem unhas novas, com as unhas e o bico ela arranca todas as penas do seu corpo.
Quando nascem as novas penas, a águia está renascida e saí, então para o vôo da renovação.
Recomeça a viver por mais trinta anos.
Na nossa vida também podemos fazer um processo de renovação. Para conseguirmos voar o vôo da victória, precisamos de nos renovar, libertando-nos do peso do passado, mesmo que isso doa muito e nos tire sangue do peito. 

                                                              ( Autor desconhecido )

                                                                                                                    


                                                                      
( continuação )

                                                    Corpo Búdico ou Intuitivo
O sexto Corpo, normalmente chamado Búdico, está ligado ao chacra frontal. É o veículo da consciência da Unidade, na Terra. Funciona por meio da intuição e relaciona-se com a actividade do lado direito do cérebro. É um depósito de informação e talentos oriundos da Fonte cósmica. Tem  forma oval, dentro do cilindro electrónico ou sétimo corpo, onde se desenvolve o conceito de Unidade. A Intuição, muito acima do campo da consciência astral, transmite ao cérebro, mensagens provenientes de Mundos de vibração subtilíssima. Há uma grande diferença entre comunicações obtidas a partir do Mundo astral por meio de faculdades psíquicas sujeitas a erro, e informações intuitivas de tal forma claras, que não necessitam de interpretação.
A actividade deste Corpo resulta do esforço de crescimento espiritual, realizado ao longo de muitas vidas, no nível intuitivo, « nível das mil verdades », que servem de impulso na prática do esforço, para alcançar conhecimento para além daquilo que os sentidos podem proporcionar.
( continua )
                                                      Do livro “Reiki e Universo” de Maria Carmelo
                                                                                                     Publicações Maytreia
           "O amor que nos une é maior que as forças que nos tentam separar"
                                                                                                Vansheedharanda



                                                                                                                             

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

A maior parte do nosso tempo, nós perdemos-lo porque estamos presos ao passado ou ao futuro. 

(Thich Nhat Hanh)


Uma boa semana para todos com Alegria e Luz
Mensagens dos mestres 


  Enfrenta de cabeça em pé todo e qualquer obstáculo. Em nome do Amor estás vivendo e, pelo Amor somente através dele, deves agir.
  Confia em teu Pai que te Ama que te ampara em todos os momentos. Ergue tua cabeça enche de amor teu coração, de alegria tua alma e vive cada instante como sendo o derradeiro de tua vida... não te deixes enganar, nem amedrontar por aparentes dificuldades. Escolheste o teu caminho e o que for determinado dentro desse Caminho se cumprirá. Mais testes virão e poderás pensar em desistir de tudo aquilo que mais almejas, mas Confio em ti, na tua Alma, até mesmo em tua personalidade.
  Que a Luz vibre em teu ser com a força do grande AMOR UNIVERSAL. Teu pai espiritual 
Senhor da Luz Dourada Sanat Kumara 


Mensagens dos mestres de M. Stella Lecocq
(continuação) 

Corpos espirituais

 

  Os corpos espirituais: mental superior, búdico e átmico ou casual não têm semelhança com o corpo físico são reservatórios de energia superior, colecções de (átomos) vibrando a altas velocidades, tendo cada um formas e funções definidas. Interpenetram o corpo físico e expandem-se para além dele. A essência do corpo mental superior expressa-se por meio de faculdades do material inferior, depois, destes terem encontrado o seu ponto de equilíbrio. De natureza concêntrica, sintética e abrangente funciona por meio de ondas. 
  Se lançar-mos uma pequena pedra num lago formam-se anéis concêntricos à volta do local onde a pedra cai. O anel exterior forma uma circunferência maior e os menores seguem-no. Esta imagem dá-nos uma ideia do processo utilizado pela mente superior, sintética e abrangente. 
  Revela-se nos desejos de paz das populações, no auxilio prestado em ocasiões de crise, em todos os movimentos de solidariedade, na arte, na ciência, na filosofia e em todas as actividades de nível superior. Tem uma linguagem simbólica e abstracta resultante da actividade simultânea dos dois hemisférios do cérebro e da zona central (lobo parietal e lobo occipital) responsável pela compreensão do Todo.
  Quando o homem consegue manter em permanência estas actividades do cérebro juntamente com uma actividade emocional equilibrada, cria bolsas de silêncio interior, que lhe permitem captar a força regeneradora do espírito.
  Procurar dentro do cérebro as funções da mente humana é o mesmo que procurar dentro de um aparelho de radio, a voz do locutor. Exactamente como o rádio, o cérebro em sintonia com a fonte exterior de transmissão (o campo mental), detecta o campo electromagnético codificado com a informação que recebe. O cérebro é um dos transmissores \ receptores de energia electrro-quimica mais complexos que existem em qualquer plano físico, em qualquer parte do Universo criado pelo Espírito com a finalidade de responder a todas as actividades da actividade humana no plano físico.
  No inicio do desenvolvimento da mente superior e do vago contacto com outras dimensões, as percepções que se obtém são influenciadas por hábitos mentais do mundo tridimensional. Esta influência inicial é a causa de erros de interpretação de fenómenos próprios desses níveis, que a pratica disciplinada e perseverante da meditação e concentração acaba por eliminar. A pratica da meditação e concentração educa e ensina o corpo mental superior, a viver no seu próprio mundo.
  O corpo mental superior da grande massa humana está embutado, cristalizado pelo exercício permanente de uma actividade cultural circunscrita a interesses de nível puramente material ou pessoal. 

 Do livro “Reiki e Universo” de Maria Carmelo

                                                                                                                              Publicações Maitreya
 

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Essência Divina 

"O Amor é sem fronteiras, é infinito, é a mola mestra do Universo. Sente isso profundamente em cada átomo do teu ser. Sente a vibração do Amor pois é ele que libera as mentes e as consci>ências do ser humano que se encontra na Terra insconsciênte das suas reais possibilidades e necessidades. Sabes que ser humano nenhum jamáis se encontra desamparado. por pior que ele possa parecer, carrega dentro de si a Chama a Essência Divina que está presente em casa átomo do Universo." 

Um Mestre
Livro: Mensagens dos Mestres 
de: M. Stella Lecocq
(continuação)

Corpo Mental Inferior 



 O corpo mental inferior, um dos veículos do "eu" humano ou ego, manifesta-se como intelecto concreto no qual se desenvolvem vários poderes da mente, incluindo a memória e a imaginação. O corpo mental (com aspecto uniforme de raios amarelos) e o astral ( com aspecto de nuvens coloridas) influenciam-se mutuamente e constituem a psique humana. É formado por minúsculas partículas de matéria mental, das quatro sub-divisões inferiores do Mundo mental que envolve e penetra o Planeta e partículas das três sub-divisões superiores. As tonalidades e as estrias do corpo mental, demonstram o grau de evolução de cada individuo. Uma pessoa intelectual e espiritualmente evoluída apresenta um corpo mental de rara beleza. Expressa-se por da energia gerada no plexo solar, como pensamentos (radiações de ondas electro-magnéticas), depois de ter recebido estímulos, captados do meio ambiente e enviados pelo cérebro, para darem origem à acção, funciona como um prisma, decompondo a realidade em fragmentos inteligíveis, que posteriormente se organizam, para fazerem sentido. Todo o sistema opera automaticamente de forma racional, em fracções de segundo, numa lógica sequencial recta, vocacionada para a análise e o pormenor, tendo apenas uma visão tridimensional, limitada e uni-lateral da realidade. 
 Com frequência, este corpo cria imagens ilusórias, sistemas de pensamento causadores de desequilíbrios individuais e sociais. Pensamentos considerados "maus" ficam alojados no sub-consciente e na parte inferior da aura.  Os !bons" vibrando na parte superior da aura, fazem parte do supra-consciente e condiciona o nível consciente. 
 Cada um de nós gera as auras próprias energias mas também as capta do exterior. É importante saber que temos o poder de controlar tanto umas como outras. 
 Quando emitimos pensamentos claros mas repletos de medo, transmitimos ao universo um sinal de que esperamos que algo de mal nos aconteça... e o universo responde.
 Tudo é energia em movimento.
 Os corpos inferiores desenvolveram uma espécie de catarata espiritual que os impede de reconhecer o verdadeiro Eu. Buscam permanentemente qualquer coisa, sem saberem bem o quê e porquê.  O corpo físico busca a felicidade, o emocional a alegria e o mental superior a plenitude. 
(continua...)
Do livro “Reiki e Universo” de Maria Carmelo

                                                                                                                              Publicações Maitreya

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

WORKSHOP

 A síndrome de Todd e a síndrome da Rainha de Copas através de ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS

  Objetivos:
1* Compreender a síndrome de Todd;
2* Perceber a síndrome da Rainha de Copas;
3* Avaliar as mudanças neuronais na percepção;
4* Comparar imagens do corpo que somos;
5* Avaliar mudanças nas noções de espaço\tempo;
6* Interpretar medos\ tabus e preconceitos;
7* Perceber as relações entre poder e autoridade;
8* Evoluir na consciência do auto-conhecimento

  Competências:
1* Saber detetar a síndrome de Todd;
2* Saber detetar a síndrome da Rainha de Copas;
3* Avaliar as consequências da mudança de perceção;
4* Distinguir autoridade de autoritarismo;
5* Compreender as relações de poder;
6* desmontar medos\ tabus e preconceitos

  Plano curricular:
1* A obra de Lewis Carroll como instrumento psicológico;
2* A síndrome de Todd;
3* A síndrome da Rainha de Copas;
4* Medos\ tabus e preconceitos;
5* O conceito de poder;
6* A perceção do corpo, tempo e espaço;
7* O si mesmo como um outro

                           COM CERTIFICADO

Formadora - Professora Doutorada Maria Antónia Jardim 

21 de Setembro das 14H30 / 17H30

Informações ou inscrição: 913594506

Workshop

Conheça o Eneagrama! O teste de personalidade que vai mudar a sua vida! 

  Objetivos:
1* Perceber o significado de Eneagrama;
2* Conhecer os 9 tios de personalidade;
3* Descobrir o seu e compreender a motivação inconsciente;
4* Aprender a concretizar mudanças e evoluir no Auto e Hetero-conhecimento; 
5* Aprofundar a descoberta do "eu" e detetar vícios psicológicos;
6* Avaliar e reconhecer talentos

  Competências:
1* Auto-interpretação e auto-avaliação 
2* Melhoria no relacionamento com os outros;
3* Avaliar competências pessoais e profissionais;
4* Favorece e amplia possibilidades de desenvolver o raciocínio sistémico;
5* Desenvolve a criatividade e favorece a articulação de diferentes áreas de Neurociência, Educação, Psicologia e Gestão

  Plano curricular:
1* O Eneagrama;
2* Os 9 tipos de personalidade;
3* Estilos comportamentais e padrões
4* Teste: Identificação do tipo de personalidade;
5* Exercícios práticos em contexto situacional;
6* Conclusões práticas, ao nível da psicologia, gestão, liderança...

COM CERTIFICADO

Formadora - Professora Doutorada Maria Antónia Jardim 

21 de Setembro das 9H30 / 12H30

Informações ou inscrição: 913594506

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

SARAU


O "ROUBO DA LUA" é um projecto musical, acústico.
Compõem-no Rosa Silva (voz) e Jorge Amorim (guitarra) e, juntos, vão redescobrindo e interpretando as sonoridades que os emocionam. 
Rui Veloso, Sérgio Godinho, Jorge Palma, Zeca Afonso, António Variações e algumas bandas clássicas inglesas e norte-americanas são revisitadas nas suas apresentações. 
Os temas acontecem pelas marcas que se instalaram na memória e que são espelho das histórias que compõem a vida.

No dia 28 de Setembro pelas 16 horas na sala5 no nosso espaço. 




segunda-feira, 12 de agosto de 2013

NOVA LUZ



Desfez-se a sombra do mistério errante
E as vozes da Mansão Desconhecida
Trazem da morte estranha e indefinida
A mensagem da vida triunfante.

É a compassiva luz de Outro Levante
Revelando a beleza de Outra Vida,
Sol para a Terra escura e irredemida,
Fé para a Humanidade vacilante…

Há claridades sobre a noite imensa…
Cai a negra muralha da descrença
Aos lampejos celestes da Verdade.

É a nova luz divina que se eleva,
Nos turbilhões de lágrimas e treva
Traçando a senda para a Eternidade.


                                                                                                                                                    Antero Quental

                                                                    Psicografado pelo médium Francisco Cândido Xavier em 1945

                                                   Corpo Astral



O quarto CORPO directamente ligado ao sistema simpático por meio de sistema nervoso é o corpo astral, um corpo de energia formado por moléculas astrais, um complexo conjunto de circuitos electromagnéticos, uma rede de fios energéticos por onde circulam correntes de fraquíssima intensidade, com uma determinada frequência vibratória.
Essa rede, que se organiza em capas, em torno do chacra cardíaco, vibra de acordo do estado interior mental e emocional, de cada um. Tem uma aparência semelhante ao corpo físico.
O ego movimenta-se no mundo astral (o mundo dos desejos e das emoções) com este veículo cujas funções são:

·      Tornar possível a sensação;
·      Servir de ponte entre a mente e a matéria física, por meio do cérebro;
·      Agir como veículo independente da consciência e da acção.

A sua actividade é variada:

·      Durante o estado de vigília;
·      Durante o sono transe, em que pode deixar o corpo físico e mover-se à vontade, no plano astral;
·      Depois da morte física, a partir da qual a consciência se recolhe ao corpo astral e mental/racional.

Este corpo nos seus níveis superiores funciona como ponte entre matéria e espírito; os níveis inferiores representam, como dissemos, a alma animal cujos movimentos, desejos e emoções são a força que prende o homem à TERRA e sufoca, quando mal orientado, altas aspirações próprias do corpo mental superior.
Os desejos são escravos da matéria e da cultura; neste corpo vibra o prazer ou a dor, emoções que são desconhecidas no quinto corpo, corpo intuitivo, orientado segundo faculdades mentais superiores.
O desenvolvimento de sentidos astrais ou meniunidade não implica necessariamente, o aparecimento de faculdades psíquicas superiores. Um ser bastante evoluído espiritualmente pode não possuir nenhuma faculdade astral desenvolvida, como pode ocorrer o contrário, quando sentidos astrais funcionam num baixíssimo grau de evolução, como acontece com certos videntes e magos.
A matéria astral interpenetra completamente a matéria física e cada átomo físico flutua na matéria astral. Os diferentes «Mundos ou Esferas» em que nos movemos, não são separados no espaço, mas existem, em torno e dentro de cada um de nós. Aqueles raros seres que desenvolveram a visão clarividente do sexto corpo, facilmente entram em contacto dos diferentes mundos que envolvem o Planeta. Essa faculdade será um dia para todos, tão natural como é hoje, a faculdade da visão. Quando falamos de sentidos astrais falamos de características do corpo astral que lhe permitem responder a vibrações exteriores transmitidas á consciência, exactamente como o corpo físico responde a percepções visuais e auditivas. O corpo astral não necessita de órgãos especializados, já que no seus todo á matéria capaz de responder a vibrações procedentes do exterior, com percepção completa, em todos os ângulos.
O nível inferior do corpo astral, o emocional (hipo ou hiper sensível), necessita de apoio do mental superior, para se equilibrar.
A dificuldade em decompor o átomo físico em átomos astrais, impede a ciência actual de proceder ao seu estudo.

Continua…


                                                                         Do livro “Reiki e Universo” de Maria Carmelo

                                                                                                                              Publicações Maitreya